domingo, 22 de junho de 2014

KREOSOTUM










                                                                                   









A prática e o estudo repetitivo e contínuo, trouxe-me o significado do potencial terapêutico da Terapêutica Homeopática, cujo objetivo principal é a reação vital, não a ação fisiológica, do medicamento sobre a energia vital do indivíduo.
Esta terapêutica usada com sabedoria, testemunha este poder, transformando a química da tintura mãe em agentes capazes de estimular a força vital, biologicamente, por um caminho de cura definitivo e prolongado.
Kreosotum é um deles. Com sintomas característicos, sua patogenesia foi fielmente estudada e relatada por diversos médicos e cientistas.
O Creosoto é uma fração da destilação do alcatrão constituída por hidrocarbonetos, fenol e outros derivados aromáticos. O alcatrão obtido à partir da destilação da madeira, foi descoberto em 1830 por Reichbach e se apresenta com aspecto azeitoso, incolor, inflamável e de densidade superior à da água destilada.
Nos séculos passados, sem a energia elétrica, as carnes de animais e peixes eram conservadas em sal e defumadas sobre fogão à lenha.
                                                                        
O creosoto tem a propriedade de preservar o tecido animal da putrefação, dando-lhes sabor de carne ou pescado defumado.

Observou-se que o uso diário e durante um longo período deste tipo de alimento traz grandes prejuízos à saúde, fazendo surgir sintomas como o escorbuto, cáries dentárias, hálito pútrido, constipação, alteração dos humores corporais e grande mal estar geral que levará a intoxicações violentas e em certos casos à morte.
Hoje coloca-se nos alimentos industrializados para dar o sabor de defumado. Exemplos: linguiça defumada, carnes defumadas, hambúrgueres defumados , salsicha dentre outros.
Concluímos então que, apesar de possuir poder antisséptico conservando carnes, é um tóxico potente, que envenena em baixas doses.
Por outro lado, este caso nos mostra que um elemento tóxico transformado em medicamento homeopático pode se transformar em uma medicação potente com atuação eficaz e duradoura.
Para o uso homeopático a substância  inicial é bem purificada em álcool a 95° e, posteriormente, diluída e dinamizada, segundo o método Hahnemaniano, passando a chamar de Kreosotum.

O Creosoto tem um poder desorganizador potente nas células corporais humanas, levando a alterações em quase todos os aparelhos, mucosas, causando edema, inflamação e suas secreções, antes normais, tornam-se fétidas, exudativas com muco pus branco amarelado abundante e às vezes sanguinolento. As secreções são sempre escoriantes e ardentes, com dores ardentes.
Aparecem lesões papulosas, pustulosas ou ulceradas na pele com secreção fétida, escoriante e ardente.
As vísceras sofrem uma ação irritante, produzindo dores e secreções ardentes como no aparelho genitourinário e na boca, provocando cáries dentárias, gengivas sangrantes, ulceradas.
Dores vivas, agudas, queimantes como fogo, com agitação e irritabilidade. Dores por excoriação, ulceração.
Odontalgias estendidas aos ouvidos. Cáries prematuras em crianças.
Gangrena Senil; Equimose; Epiteliomas; Úlceras; Sífilis.
Transtornos na menopausa, câncer nos seios.
Cheiro pútrido em todo o corpo. Prurido  na vagina, vulva em todo o corpo.

Como o creosoto altera a constituição sanguínea, há o aparecimento de Hemorragias. Atrasa o desenvolvimento em crianças, atua como um veneno paralisante do sistema nervoso, causando grande debilidade.

Kreosotum apresenta uma sintomatologia definida, entretanto estes sintomas podem ser tão intensos e graves que, muitas vezes, o indivíduo que sofre Kreosotum estará sendo atendido por cancerologistas.
Chamo a atenção dos médicos especialistas em pediatria, ginecologistas e hematologistas.
Nossa atenção deve ser maior, caracterizando o indivíduo quando seus sintomas ainda não são tão intensos, dando-lhes a oportunidade de cura sem sofrimento tão marcante.
Quando o indivíduo ainda não tem lesões de células, sua recuperação mostra-se mais rápida e duradoura.
Kreosotum faz parte dos medicamentos malcheirosos da matéria médica.
Apresenta odor fétido, poder na boca, com decomposição da membrana mucosa da garganta. Odor cadavérico do vômito e evacuações pútridas.
Faringite séptica com amolecimento e degeneração da membrana mucosa da laringe e especialmente do esôfago. Apresenta gangrena dos pulmões, febre pútrida e tendência a decomposição com rápido emagrecimento.
A urina é fétida, e após o parto o útero fica em estado de putrefação e lóquis negros, leucorréia pútrida e acre.
Kent no seu livro “Lições da Matéria Médica”, nos mostrou três características que identificam Kreosotum:  descargas escoriantes, pulsações em todo o corpo; sangramento abundante por pequenos ferimento palidez amarelada, aparência doentia, semicaquética, com pústulas avermelhadas, descargas purulentas e acres. A saliva queima e arde; Os olhos queimam e ardem como se esfolados.
A leucorréia causa ardência e queimação, com mucosas e membranas inflamadas e queimantes. A urina arde e queima. Há uma tendência de Kreosotum à escoriações e secreções que se aplicam em todo o corpo.

Quando o indivíduo chorar na frente de um Homeopata e suas lágrimas são escoriantes e ao deslizar deixam as bordas das pálpebras e as bochechas vermelhas e feridas, fique atento, poderá ser Kreosotum seu “semelhante”, desde que faça um diagnóstico diferencial.

Kreosotum pode manifestar seus sintomas já na primeira infância e este fato é altamente positivo para o tratamento precoce.
Criança muito irritada, prefere os braços da mãe e tem os lábios vermelhos e sangrando. Nunca está satisfeita, quer um brinquedo  e quando o tem atira-o longe; quer outro e outro e nunca se sente satisfeita. Tem as pálpebras vermelhas e o canto da boca machucado, escoriado. Apresenta o sulco entre as nádegas vermelho e escoriado.
Pobre criança, que se torna irritada sofrendo com suas mucosas escoriadas e seus fluidos a lhe corroer e causar ulcerações. Quando vomita, o conteúdo gástrico parece arrancar a mucosa da boca, irrita a gengiva, a borda dos dentes e esfola os lábios.
Os dentes cariam muito facilmente, a gengiva fica esponjosa, dolorida e sangra facilmente.
Quando ocorrem emoções, o corpo sente pulsação em toda a sua extensão. A música provoca choro com lágrimas acres, palpitações e pulsações que são sentidas até nas extremidades.

Principais sintomas em crianças:
Cáries dentárias tão logo ocorra a erupção;
Geme constantemente ou cochila com os olhos meio abertos no período da dentição;
Agita-se a noite toda sem causa aparente;
Cólera infantil com vômitos copiosos e evacuações com cheiro cadavérico. Cólera à partir de uma dentição dolorida;
Repentino desejo de urinar durante o primeiro sono, que é muito profundo. Em algumas crianças há uma horrível queimação na pélvis, como de carvão em brasa.
Casos de câncer, dentição difícil, dispepsia, enterites, vômitos gravídicos, gengivites, eczemas, incontinência urinária, leucorreias fétidas, perturbações menstruais e metrite.
Olhos vermelhos e úmidos, como se houvesse acabado de chorar, sempre banhados em lágrimas; com coceira, como se houvesse areia, com calor e odor.
Lacrimejamento frequente com fotofobia diurna; as lágrimas são ardentes, corrosivas. Pálpebras vermelhas e inchadas que grudam à noite.
Lúpus, nódulos duros. Câncer. Pele com prurido generalizado.
Palpitações que se transmitem por todo o corpo e se agravam à menor emoção e pela música sentimental. Quer ficar e movimento o tempo todo.

Os Indivíduos Kreosotum fazem parte dos medicamentos ansiosos, irritáveis e agitados da matéria médica.
São tristes , melancólicos, impacientes, trabalhadores, sentimentais com humor chorão e facilmente sentem cólera porque estão insatisfeitos com tudo.
Como Kreosotum protege o tecido animal da putrefação, conservando-o o comflito de Kreosotum o tema principal é a perpetuação como espécie, pois acreditam que podem parecer se desintegrando.
Tem ansiedade de consciência e é o único remédio da matéria médica.
Sofre com ansiedade durante o coito e durante à noite sofre uma grande inquietude, agravando quando deitado.
Sobressalta-se com facilidade, chora após uma emoção, se encoleriza por bagatelas.
Podemos perceber que o conservante de emoções pútridas, quentes, ardentes, queimantes cria-se em seu aspecto mental e físico as características do Creosoto. Similitude! 1ª Lei: “Similia Similibus Curantur” – O Semelhante será curado pelo Semelhante, Hipócrates (468aC-377aC).

Patricia Jorge Alves
Terapeuta Homeopata
Hipnóloga Condicionativa
Professora de Homeopatia
Coordenadora do Curso de Homeopatia em São Paulo











Nenhum comentário:

Postar um comentário

CICUTA VIROSA

São três as cicutas: Cicuta virosa ou Aquática(salsa dos loucos); o Conium Maculatum (Cicuta officinalis) e Aethusa sinapium...