MEDICAMENTO: GRAPHITES NATURALIS




O Mineral

Graphites é um carbono quase puro, pois vem misturado com ferro, nas minas de metal.

Preparado de triturações de chumbo negro; preparado de triturações de chumbo negro dos melhores lápis ingleses ,sendo um carbono “quase puro”.
Apresenta-se uma substância cinza – negro brilhante, gordurosa, insípida e  inodora, macia e quebradiça.

No grafite, cada átomo de carbono é ligado a penas três outros átomos de carbono em lâminas planas, atraídas umas pelas outras.
No Diamante, cada átomo de carbono está ligado a quatro outros átomos também de carbono.

Existe em dois alótropos: o diamante, extremamente duro e incolor, é um isolante, enquanto o grafite é macio, preto e conduz calor e eletricidade.

O carbono não se criou durante o Big Bang porque havia necessidade da tripla colisão de partículas alfa (núcleos atómicos de hélio), tendo o universo se expandido e esfriado demasiadamente rápido para que a probabilidade deste acontecimento fosse significativa. Este processo ocorre no interior das estrelas (na fase «RH (Rama horizontal)»), onde este elemento é abundante, encontrando-se também em outros corpos celestes como nos cometas e na atmosferas dos planetas. Alguns meteoritos contêm diamantes microscópicos que se formaram quando o sistema solar era ainda um disco protoplanetário.

Em combinação com outros elementos, o carbono se encontra na atmosfera terrestre e dissolvido na água, e acompanhado de menores quantidades de cálcio, magnésio e ferro forma enormes massas rochosas (calcita, dolomita, mármore, etc.).


Isometria é o fenômeno da existência de substâncias que apresentam o mesmo número de átomos de cada elemento na molécula (a mesma forma molecular) e, no entanto, possuem propriedades diferentes em virtude das diferentes disposições espaciais desses átomos na formação da molécula. O Graphite e o Diamante.


Nos faz recordar uma associação patogenética que nos lembrará do estado anêmico de Ferrum Metallicum; a obesidade, inchaço e alterações na pele de Calcarea Carbonica e transtornos digestivos com flatulência de Carbo Vegetabilis.

Faltou pressão para que Graphites tivesse arranjo molecular, como o diamante, tendo a mesma composição atômica, porém tendo um arranjo molecular diferente. As pessoas de grafites sentem como se a vida tivesse faltado uma pressão, um empurrãozinho.

Ação Geral

Carvão metabolismo perturbado, desintegração incompleta dos elementos orgânicos (diminuição da oxidação), torna-se intoxicado. Para neutralizar essas toxinas há aumento do tecido gorduroso(tecido inerte) e cria-se uma nova tentativa de eliminação através da pele e das mucosas.
Associação patogenética lembra o estado anêmico de ferro; a obesidade, inchaço e alteração de pele de Calcarea Carbonica; e os transtornos Graphites é uma medicação de ação profunda e poderoso nas doenças crônicas, caracterizadas por alteração de pele, cabelo, unhas, glândulas e mucosas, nas quais o doente torna-se anêmico, com tez pálida e cerrosa.
Encontramos no plano orgânico a tradução de sua “menos valia” demonstrando um aspecto de desleixo, quando abandona a vaidade e drena para sua superfície (pele) suas impurezas. Externalizando um aspecto repugnante em suas manifestações dermatológicas, a sua atuação nessa esfera é um traço marcante deste medicamento para o tratamento de eczemas, intertrigos, escrofuloses (principalmente acompanhados de bolhas com líquido denso), psoríase, quielites, erisipela, queda de cabelo, manchas, eczemas de pálpebras, entre outros.

Sua ação principal é a pele onde produz erupções úmidas, fissuradas e lesões de diferentes tipos. Essas ulcerações têm tendência a estender-se a eliminar uma secreção mucosa, gelatinosa, de aspecto característico. A secreção purulenta destas ulcerações é algumas vezes entremeada de muco espesso, sanguinolento, aquoso, irritante. Quando há leucorréia ela é copiosa e gelatinosa, abundante, a ponto de escorrer ao longo das coxas ulcerando-as; as otorréias também tem esse caráter; algumas vezes são fétidas. Essas secreções extremamente fétidas podem vir de qualquer parte do corpo.
Graphites age nos gânglios linfáticos, que estão hipertrofiados e podem supurar.

O remédio tem ação importante no sistema venoso, produz alterações importantes na circulação venosa abdominal, principalmente na veia porta, onde aparece estase, levando a alterações profundas inicialmente da plasticidade e depois da nutrição. Quando a obstrução venosa predomina temos irritabilidade intestinal, levando a constipação; a ação de Graphites é sobretudo de distensão.

Apesar do eritema inicial, que aliás não é o efeito principal, Graphites leva a anestesia e insuficiências funcionais múltiplas, as secreções são mal elaboradas e incompletas, decompõe-se facilmente e exalam odor fétido. O sistema linfático se incha, as superfícies internas apresentam fluxos abundantes característicos: diarreia, leucorréia, broncorréia, sialorréia, rinite fluente etc. A fibra tem sua contratilidade e tônus diminuído relaxa; com isso o tecido incha.

Veias varicosas se desenvolvem nas pernas formando-se ulcerações sangrantes.

Tudo anuncia astenia: temos alteração de contração dos vasos capilares venosos e linfáticos.

Graphites age principalmente nos indivíduos com tendência a obesidade.
A sua constituição nos lembra a de Calcarea ostrearum, tendo o aspecto de boa saúde, a gordura de Graphites como a de Calcarea ostrearum  é uma gordura ruim.

Para definir o indivíduo Graphites, com suas afecções, podemos dizer que é um sujeito gordo, com esqueleto grande, triste, constipado, com fáceis vultosas, alterações da circulação sanguínea, erupções crostosas que deixam sair um líquido espesso como mel.


É uma pessoa que deixou de ser brilhante por falta de oportunidade, como o diamante(justificativa). Fica com o xerox, o papel carbono. É essa sua dinâmica miasmática e sua angústia.

À noite ao deitar, pensamentos apreensivos dos quais tem dificuldade de se libertar, tornando-se temerosos e inquietantes.

A timidez de Graphites tem uma definição interessante: por ser impuro na sua consistência, trará uma personalidade confusa, justificando o medo que tem de se posicionar e vir a errar(insegurança).

O eixo miasmático de Graphites gira em função de que poderia ter sido nobre e ficou na penúria, e sabemos que Graphites é um isômero do diamante, ou seja, tem exatamente os mesmos átomos na sua molécula. Entretanto, seu arranjo é diferente, aqui cumpre com a história de vida das pessoas de Graphites que tem sempre a sensação do “quase”, por muito pouco não chegaram lá.

Graphites poderia ter sido tão nobre e importante quanto um diamante. Faltou pressão para que Graphites tivesse o arranjo molecular, como o diamante. Faltou o “empurrãozinho”, uma “pressão”.

A palavra “Quase”, sempre está em seu vocabulário.

O choro por música acontece em função de Graphites vir a refletir sobre sua história e desgraça de vida, “oportunidades perdidas”, levando nosso personagem à depressão e melancolia, e sabemos que os melancólicos tem falta de disposição e energia vital pela manhã.

Graphites tem a sensação de que já foi traído pela vida, tornando-se extremamente desconfiado, prudente, indeciso e impressionável. A ambivalência de estar sempre apurado (comportamento daqueles que se sentem culpados) e não conseguir fazer nada para as pessoas. É o que gera seu medo de errar; sua insegurança. Observa-se aqui alguns traços de personalidade que se inter-relacionam; é inseguro, portanto, tímido, com uma timidez gerada, não apenas pelo sentimento de menos valia, como também por uma paralisia de ação causada pela falta de disposição e baixo tônus vital.
O fato de ser obstipado está relacionado com seus limites e contenções (no plano mental). São indivíduos famintos, agravando seus sintomas se apresentarem fome, buscando na comida a compensação oral pelo seu infortúnio (ter chegado muito perto do diamante e persistir um carbono impuro). Através desta impureza entenderemos o porque de viver isolado das pessoas, pois graças à pouca presença de ferro na sua constituição apresentará falta de oxigenação e falta de calor vital. São pessoas friorentas que melhoram deitadas, em repouso (indolência).

Este aspecto anêmico também justifica as “regras” aparecerem tardiamente, sendo irregulares, aquosas ou espessas e com coágulos.

Palpitações como consequência de viverem extremamente ansiosos com inquietude e desassossego, como se fossem culpados de um crime, acarretando muitas vezes cefaleias que agravam ao pensar em seus problemas e melhoram comendo(melhoram da cefaleia e pioram a pele e vice – versa). Tem a sensação de teia de aranha no rosto(a interpretação deste fato como uma máscara que os indivíduos culpados usam no sentido de se esconderem).

Engolem com dificuldade, demonstrando o quanto é difícil engolir seu complexo de inferioridade. Em função disto também são obstipados, o que é mal digerido é indefecável.Apresentam também mau hálito, dor abdominal e flatulência(lembrando a impureza do Carbo vegetabilis associado ao grafites)
Dificuldade de Graphites tem de se valorizar e encontrar prazer; aversão ao coito, edema, inflamação dos genitais com corrimento acre que demonstra a repugnância, levando a aversão sexual.

Um dos medicamentos de câncer principalmente tecido de cicatriz antiga.
O medo de Graphites está ligado com o que “gostaria de ser e não foi”. A sua própria sombra o rascunho de si mesmo.

Qualquer distúrbio causa vexação. Extremamente irritável, se ofende facilmente.
Enfezado (cheio de fezes).
Amargo, desgostoso, crítico, nada o interessa.
Sente-se na sua psora como um miserável.
Sua angústia miasmática de que poderiam ser nobres, entretanto, não passam de reles lápis preto.
Comete muitos atos falhos ao falar, escrever com uma memória embotada.
É um pequenino resumo deste medicamento Graphites, mas com a certeza de que se colocar “pressão” brilhará!

Se o Ser Humano Tivesse Consciência da Importância da Prevenção à partir da observação e procurasse um Homeopata, não chegaríamos na “destruição” que a Humanidade se encontra nos dias de hoje

Todo medicamento Homeopático tem sua assinatura. Olhando para os sinais e sintomas físicos não haverá uma cura plena e profunda. Saber se observar à partir de como pensamos, agimos e sentimos chegaremos a uma cura verdadeira. Para isso, não coloque máscaras ou tente se enganar modificando seu corpo à partir do que seus olhos veem superficialmente. A alma precisa ser curada para que a máquina funcione.


Patricia Jorge Alves
Terapeuta Homeopata










Nenhum comentário:

Postar um comentário

CANCRO, O MAL DO SÉCULO!

Começo minha explanação sobre o ser humano, onde fazemos parte da humanidade e somos compostos por órgãos que por sua vez, é...