sexta-feira, 14 de junho de 2013

PULSATILLA NIGRICANS - "FLOR DOS VENTOS"











Pulsatilla nigricans, Pulsatilla pratensis, Anêmona dos prados ou Coquelourde, é uma planta da família dos Ranunculáceas que não deve ser confundido com Anêmona Pulsatilla ou Pulsatilla vulgar.
Cresce  nas regiões temperadas da Europa, em colinas ou lugares elevados e descobertas e sacudidos por ventos, balança conforme a direção do vento. O balançar conforme o vento mostra toda a sua inconstância, muda de sintoma, muda de pensamentos, muda de afeto, muda de tudo, tem uma bonita flor, cujo nome “Flor dos Ventos” está relacionado com os sintomas do remédio como inconstantes e caprichosos.

PATOLOGIA – TOXICOLOGIA

A planta fresca contém um princípio amargo acre e vesicante, e fornece um óleo corrosivo, e uma espécie de tatino de cor esverdeada. O princípio ativo seria uma proto-anemonina, óleo amarelo que se polimeriza facilmente em um produto branco amorfo que encerra a anemonia. Raymond – Hamet, em 1927, em experiências fisiológicas com a Pulsatilla, concluiu que suas preparações levam a uma hipotensão de origem vascular com uma vasoconstrição renal ligeira. Sua toxidade é grande: 20 centigramas é suficiente para matar um cão de 10 kg, por injeção intravenosa, produzindo uma parada respiratória seguida de uma parada cardíaca. Como todas as ranunculáceas, tem sobre a pele e mucosas uma ação revulsiva (irritação local causada pela utilização de medicamento específico com o fim de fazer cessar um estado congestivo ou inflamatório existente em outra parte do corpo. Efeito provocado pelo uso de medicamento revulsivo- Houaiss). Provoca um eritema e mesmo vesicação. Se a ação é prolongada pode ir até a mortificação.



SIMBOLISMO

EVA. Pulsatilla é relacionada com Eva na religião judaica-cristã. Tinha a obrigação de cuidar de Adão e de sua descendência, mas foi atraída pela serpente(conhecimento) e descuidou de seus deveres. Com isso fica a sensação de se sentir abandonada e de se sentir  só no mundo. Por isso mostra toda sua forma reativa de não abandonar o outro e de não conseguir imaginar que os outros o abandonem; e esse medo que tem pela opinião dos outros também está relacionado com sua psora. O tema do dever de Pulsatilla vem relacionado com o afeto pela pessoa mais próxima.
VENTO. Na simbologia, o vento tem ligação com o sopro divino e está ligado à vaidade, à inconstância e à instabilidade nervosa. A sintomatologia da Pulsatilla: uma vaidosa, buscadora de afetos, inconstante.
VÊNUS. Na mitologia está relacionada com Vênus ou Afrodite, que é uma Deusa ligada à beleza, à vaidade, à elegância, e que nasce de uma concha na água.

A Busca do Afeto
Em Rute, encontra-se a similitude com a personalidade do medicamento Pulsatilla, pela busca de amparo, afeto e o medo de ser abandonada. No final da história, como num conto amoroso, ela encontra, seu final feliz, com o casamento e as mãos fortes de seu marido.

A história de Rute passa-se no tempo em que o povo de Israel era governado por juízes; Rute uma jovem do país de Moabe, casa-se com um israelita. Esse morre, e então Rute se apega a sua sogra, Noemi, demonstrando profunda devoção ao Deus de Israel e ao seu povo.Depois de algum tempo, Rute casa-se de novo, com um parente do primeiro marido.”
No desenrolar desta história, observa-se quantas vezes ela esteve em busca de afeto devido ao seu sentimento de abandono, fazendo a busca do amor, o tema de sua vida, tal qual é Pulsatilla.

“Porém Rute respondeu: - Não me proíba de ir com a senhora, nem me peça para abandoná-la! Onde a senhora for, eu irei; e onde morar, eu também morarei. O seu povo será meu povo, e o seu Deus o meu Deus.Onde a senhora morrer, eu morrerei também e ali serei sepultada. Que o senhor me castigue se qualquer coisa, que não seja a morte, me separar da senhora.”(Rute:1:16,17)
Segundo Hering, Pulsatilla tem: “animo silencioso, meiga, dócil, inclinada à pena silenciosa com submissão”.
“Aí elas começaram a chorar alto outra vez, então Orfa se despediu de sua sogra e com um beijo e voltou para seu povo.Mas Rute ficou”.(Rute 1:14)
Lathould conta que Pulsatilla: “Tem caráter dócil, submissa, profundamente simpática e tímida. Tristeza, melancolia, chora facilmente, melhora ao ar livre, tem disposição para caminhar ao ar livre, melhorando ao caminhar lentamente”.
“Deixe que eu vá até as plantações para catar espigas que ficam caídas no chão. Talvez algum trabalhador me deixe ir atrás dele, catando as espigas que vão caindo”. (Rute 2:2)
“Aí Rute ajoelhou-se, encostou o rosto no chão e disse: Porque o senhor reparou em mim e é tão bom para mim. O senhor está sendo muito bom para mim, o senhor me dá ânimo, falando comigo com tanta bondade, pois eu mereço menos que uma das suas empregadas”.(Rute 2:10,13)
“Eu ouvi falar de tudo que você fez pela sua sogra desde que seu marido morreu. E sei que você deixou seu pai, a sua mãe a sua pátria e veio viver entre gente que não conhecia. Que o senhor a recompense por tudo o que fez. Que o senhor, Deus de Israel, cuja proteção você veio procurar, lhe dê uma grande recompensa”.(Rute2:11,12)
Pulsatilla deseja ser acariciada, deseja ser carregada, palavras doces o consolam, afetuoso, reprova-se a si mesmo, necessidade de afeto, servil, submisso.
“Um dia Noemi disse a Rute: Minha filha, preciso de que você tenha um lar. Você lembra que Boaz, o homem que a deixou trabalhar com as suas empregadas, é um de nossos parentes? Pois bem! Esta noite ele vai debulhar sevada. Faça o seguinte: Lave-se, ponha perfume e vista o seu melhor vestido. Depois vá até o lugar onde Boaz está trabalhando, mas não deixe saber que você está ali, até que ele acabe de comer e beber. Quando Boaz for dormir, olhe bem onde ele vai se deitar. Então vá, levante a coberta dos pés dele e deite-se ali. Ele dirá o que você deve fazer. Rute respondeu: Vou fazer tudo o que a senhora disse. Ela foi ao lugar onde debulhavam as espigas e fez tudo o que a sogra havia mandado. Quando Boaz acabou de comer e beber, ficou um pouco alegre e foi dormir perto de um monte de cevada. Então Rute veio de mansinho, levantou a coberta dos pés dele e se deitou ali”.(Rute 3:1,7)
“Então Rute passou o resto da noite deitada nos pés dele. Enquanto ainda estava escuro, ela se levantou para não ser vista, pois Boaz não queria que ninguém soubesse que a mulher havia ido lá”. (Rute 3:14)
“Então Boaz disse: Tire a capa e estenda no chão. Ela estendeu, e ele despejou na capa uns 20 quilos de cevada e a ajudou a por no ombro. Aí Rute voltou para a cidade”.(Rute 3:15)
“Então Boaz levou Rute para casa, para ser a sua mulher. Eles tiveram relações, e o Senhor deu a Rute a benção de ficar grávida, e ela deu a luz a um filho”. (Rute 4:13)
Vaidosa, necessidade de companhia, sedução,obediente, complacente, suavidade, sentimental, gosta de ser presenteada, audácia.
O Livro de Rute no Antigo Testamento, conta a história desta grande mulher, que foi exemplo de fidelidade e de amizade profunda, o que foi visto em algumas destas particulares situações, descritas anteriormente, ao se confrontar com os relatos da Matéria Médica e os sintomas descritos no repertório, pode-se demonstrar a possível relação entre Rute e o Medicamento Pulsatilla.

Hahnemann – Ansiedade como se estivesse em uma atmosfera quente. Quando começa a anoiter, ela começa a ficar assustada por fantasmas, além de, durante todo o dia, apresentar ansiedade com temor e uma sensação de afluxo de calor sobre todo o corpo, enquanto as mãos e os rostos estão pálidos e frios.
Tem um sono ansioso de manhã, depois de despertar continua sua ansiedade, com medo e depressão por espíritos, que tem relação com um quadro infundado de sua imaginação.
Ansiedade não sabendo como acalmar-se. Preocupação ansiosa acerca de sua saúde. Extrema irresolução. Ao ouvir alguma notícia desagradável, afeta-se sente tristeza e dasalento. Distraído, disposição suave, meiga, envergonhada, ânimo silencioso, memória débil.
Depois da vexação-depressão mental, está com tremor constante,palpitações, e temerosa de todo mundo, desespera-se por tudo e chora facilmente.
Joga Charme, é vaidosa, alegre, sensual, lacrimosa.
Sua adaptação e seu ritmo são lentos por desejo de “bem fazer”, isto é, fazer “como se deve” no sentido de como é preciso para: ser aceita, aprovada, encorajada e amada. Ela tem necessidade do testemunho ativo, se possível privilegiado.
Teme todas as pessoas; considera a todos como inimigos, se desespera por tudo; desconfia de todos.
Muito ansiosa. Ansiedade pelo futuro; por sua saúde. Claustrofobia. Tem um forte sentimento de abandono. Melhora com companhia.
Ciúmes; possessividade exagerada. Avidez para a conquista de afeto.
Caprichosa,invejosa, muitas vezes apresenta egoísmo. Muito Vaidosa.Brusca, briguenta; fica fora de si quando não consegue chegar ao que quer.
Indecisão; irresolução; variáveis e caprichosas.
Instabilidade de Pulsatilla é marcante. Docilidade, prestativa, mas irritabilidade , facilmente ofendido. Apesar de sua doçura tem traços negativos como ciúmes.
Distraído, esquecido, podendo chegar a deterioração intelectual. Concentração difícil; erro ao escrever e falar. Confusão mental, se perde em ruas conhecidas. Prostração mental, aversão ao trabalho mental.
O medo da pobreza em Pulsatilla vem acompanhado de um tom de tristeza, que o faz diferente do mesmo sintoma em outros remédios.
Dor de consciência religiosa, muitas das vezes um sintoma presente: palpitação violenta na presença de mulher. Desconfiança secreta e comportamento reservado. Mania religiosa. Se não for bem direcionado na adolescência o sexo é complicado, podendo gerar aversão ao sexo.(Importância de um bom diagnóstico).Se a maioria dos Psicólogos tivessem um entendimento sobre a importância da “Homeopatia” nesses casos e encaminhasse para um homeopata, o jovem teria uma adolescência mais calma e equilibrada. O Jovem com problemas de relacionamento, depressão, insegurança, violentos, indiferentes à vida, etc. Existem tantos medicamentos !
Pulsatilla tem muito medo de fantasmas, principalmente à noite. Chora facilmente.
Comportamento sonhador, silencioso, ausente em sociedade embora procure companhia por medo de solidão. Convém estar vigilante a uma descompensação depressiva, com possibilidade de impulso suicida. Se sente rejeitada e com uma carência enorme.

    É a “Flor dos Ventos”!

Ação – freio sobre o estímulo hipofisário com hipotireoidismo, hipogonadismo  (principalmente feminino) e hiposuprarenalismo.
Ação congestiva sobre a circulação de retorno com hipooxigenação sangüínea e estase venosa, agravada pelo calor ambiente e radiante. Ação inflamatória exsudativa sobre as serosas e mucosas. Reações neurovegetativas sempre presentes, variadas.
Antídoto dos maus efeitos dos remédios a base de ferro.
Pulsatilla nigricans tem ação importante sobre o aparelho circulatório, principalmente no sistema nervoso, causando espessamento do sangue que, sob sua influência, torna-se menos fluído e mais escuro. Isso leva a ingurgitamento dos capilares com lentificação das trocas,diminuição do calor vital, cianoses das extremidades e varizes. A conseqüência são as modalidades do remédio: congestão venosa, que agrava por tudo o que lentificar mais a circulação e melhora por tudo o que ativar as trocas e estimular os vazos e tecidos. Provoca também um ingurgitamento modificando o funcionamento das glândulas; tendo uma ação glandular muito marcada. Diminui o funcionamento das glândulas endócrinas, ingurgitando sua circulação venosa. Assim o doente “Pulsatilla” será um hipotiroidiano, um hiposuprarenal e um hipo – ovariano; apresentando insuficiência hepática e pancreática pelo ingurgitamento e lentidão circulatória venosa.  A estase venosa geral provoca uma má oxigenação sangüíneas e acúmulo do organismo pelo ácido carbônico. Enfim, a estabilidade da circulação venosa assim ingurgitada fará deste doente uma instabilidade geral, tendo sintomas variáveis, e fazendo facilmente metástases.
Pulsatilla tem as glândulas sebáceas ingurgitadas e terá bastante acne, sendo um remédio das acnes dos adolescentes. O remédio age sobre as glândulas salivares, nas parótidas, e nas inflamações destas glândulas. Em uma mulher ou moça que apresente parotidite, os seios podem inchar e fazer uma metástase. Mas o que marca mais é o hipo- ovário de Pulsatilla, a jovem tendo uma puberdade difícil de estabelecer-se, com amenorréia ou regras atrasadas, passando às vezes um ou dois meses sem ter as regras. Quando fica com os pés molhados ou pega uma friagem, tendo uma circulação difícil é muito sensível as regras suprimem-se.

ESTÔMAGO – APARELHO DIGESTIVO
Catarro digestivo dará em Pulsatilla, dois sintomas importantes: aversão pelas gorduras e ausência de sede. O ingurgitamento venoso age sobre o fígado através da veia aporta, veias gastrointestinais e veias do pâncreas. Insuficiência hepática, gástrica e pancreática. As misturas de gordura mais açúcar é particularmente nefasta para o doente. Há uma hipofunção glandular, tanto hepática como gástrica e pancreática. As glândulas de secreção externa, como as internas, terão um funcionamento lento. O remédio apresenta um catarro gastrointestinal marcado. Gosta de alimentos ácidos, especiarias, pepinos em conserva e vinagre. Tem aversão acentuada para alimentos gordurosos; os alimentos retardam no estômago, e o paciente chega no repasto seguinte sem digerir o precedente. A boca é viscosa, pegajosa, com uma sensação de pedra que permanece no estômago, uma angústia e desfalecimento gástrico não melhorando comendo. Seus sintomas digestivos agravam pela manhã. Abdome está inchado, distendido, doloroso; o fígado freqüentemente inchado e ingurgitado, insuficiente, podendo provocar o amarelecimento e a icterícia catarral. Pode ter cólicas, uma grande sensibilidade abdominal, todo o ventre doloroso, além de dores uterinas.
A digestão de Pulsatilla é lenta. Embaraço gástrico com dores e pesadez uma hora depois de haver comido. Eructações freqüentes, com o gosto do que foi comido.

HORMÔNIOS. GLÂNDULAS
Perturbações hormonais.

Os sintomas sempre mudam. Dores repuxantes, dilacerantes, erráticas, mudando rapidamente de uma parte do corpo para outra; são acompanhadas de calafrios constantes; quanto mais violenta a dor, mais violentos os calafrios; as dores surgem subtamente, desaparecem gradualmente, ou a tensão aumenta até se tornar muito aguda e então “cessam num estalo”, ao primeiro movimento (também quadro de Rhus Tox).
Artrites errantes; congestão venosa das extremidades; dores nos calcanhares; dores nos membros, nas raticulações, pela manhã na cama, obrigando o enfermo a estirar-se, passando essas dores de um ponto a outro (assinatura do medicamento Pulsatilla – muda, inconstante).
As dores melhoram com aplicações frias, movimentos lentos.
JOELHOS
Nervosismo, sentindo intensamente junto aos tornozelos.
Varizes e flebites. Úlceras varicosas que pioram pelo calor. Varicosidades muito aparente.
Caxumba, coceiras e pruridos que se agravam pela tarde e pela noite com o calor da cama.
Insônia.
Todos os corrimentos mucosos são espessos, amarelados, não irritantes.

GENITAL FEMININO
Antes das regras: calafrios; durante o período: sensação de pressão no ventre e nas costas, tristeza, pranto, hemicrania; depois das regras: dores de contração na região uterina do lado esquerdo.
Menstruação facilmente suprimida, molhando os pés.
Menarca tardia.
Grande medicamento de Nariz, medicamento catarral.
Febre do feno. É útil na reuma (exoneração pelo nariz melhora) do feno, correspondendo a uma irritação direta que a flor produz sobre a mucosa nasal. ´Todos os outros sintomas gerais melhoram quando a constipação ( rinite alérgica. Reação inflamatória da membrana mucosa nasal) aparece. É bem a natureza alternante do remédio, sendo a lógica das coisas, pois sua coriza elimina suas toxinas, e elas não vão mais importunar em outra parte.

OLHOS
Catarro das pálpebras e das conjuntivas pode ser intenso. Coceira ardente nos olhos; conjuntivites; terçóis de repetição. Antes do terçol há muitas vezes, nas bordas das pálpebras, granulações grossas como cabeça de alfinete, isoladas ou em bouquet. No primeiro estágio a conjuntiva é seca e irritada, dando uma sensação de areia ou corpo estranho nos olhos, com um lacrimejamento intenso; em seguida o catarro espesso com um deslocamento amarelo-esverdeado e uma verdadeira supuração. Pode corresponder a simples conjuntivite, a blefarite, à conjuntivite purulenta, mesmo blenorrágica, à oftalmia dos recém – nascidos . Nos primeiros estágios da paralisia do nervo ótico, em certas cataratas, pode ser útil, quando a totalidade dos sintomas concordam.

OUVIDO
Audição diminuída por otite. Otalgia, piora à noite com calor. Otite catarral... (ver M.M)

PEITO
Palpitações rápidas com ansiedade e dispinéia.
Edema das mamas antes da menstruação. Galactorréia.

Ondas de calor. Ruboriza com facilidade. Face entumescida, às vezes com um rubor um pouco cianótico das maçãs, dando um aspecto de falsa pletora.

Aparelho urinário. O ingurgitamento venoso dos rins dará urinas copiosas, embora a lentidão circulatória e hipotensão do sujeito possa agir em sentido inverso.
Pulsatilla é um grande medicamento e precisa ser estudado em toda a sua totalidade. Nas fases etárias do parto, lactente, criança, adolescente e jovem em sintomas físicos como emocionais(podendo ser gerados no parto pela mãe, criando crianças pulsatilla). O Estudo clínico e a visão aguçada do Homeopata principalmente no Mental, emocional e comportamental é o fator de um diagnóstico preciso. Não podemos tomar o medicamento homeopático somente por termos sintomas físicos; muitos dos sintomas físicos também são apresentados em outras Matérias Médicas.
A Divina Arte De Cura como o Mestre Samuel Hahnemann nos ensinou consiste em que o ser humano não pode ser visto em “Partes” mas como uma totalidade. Um fator na gestação; na infância; na adolescência, ou até informações em nosso inconsciente (que trazemos quando reencarnamos); desencadeiam reações importantes para diagnosticar o paciente. As pré disposições genéticas podem ser tratadas com homeopatia, mudança de hábito, de comportamento perante a vida. Não há necessidade de extirpar órgão por motivo de “pré disposição”.Todos nós trazemos latente (dentro de nós) uma pré disposição, cabe a nós acessar ou não.
Olhar atento e observar a assinatura do medicamento no cliente, nos mostra claramente a primeira Lei da Homeopatia “Lei da Similitude”. Semelhante curando Semelhante. O Medicamento é sucussionado  e potencializado numa energia “acima” dos sintomas gerando a cura total.
Aqui escrevi somente um pequenino resumo da Matéria Médica deste grande Medicamento Pulsatilla Nigricans. Cabe ao bom Homeopata aprofundar com um olhar atento sobre a totalidade dos sintomas.
O Estudo da Homeopatia é profundo, intenso, simples e ao mesmo tempo complexo, me fascina a cada descoberta.
Não Tome nenhum medicamento homeopático somente pelo olhar dos sintomas físicos. Procure um bom Homeopata!
Patricia Jorge Alves
Terapeuta Homeopata
E
Hipnóloga Condicionativa






CANCRO, O MAL DO SÉCULO!

Começo minha explanação sobre o ser humano, onde fazemos parte da humanidade e somos compostos por órgãos que por sua vez, é...