segunda-feira, 4 de março de 2013

CONHECIMENTO COM CONSCIÊNCIA


                                                     







Na Contemporaneidade vivemos um emaranhado de sentimentos sem saber o porque. Trabalhamos,compramos, vendemos e construímos relações sociais; discorremos sobre política, economia e ciências, mas no fundo somos crianças brincando no teatro da existência, sem poder alcançar sua complexidade. Escrevemos milhões de livros e os armazenamos em diversas bibliotecas, mas somos apenas crianças. Não sabemos quase nada de quem realmente somos. Só sei que somos bilhões de crianças que, por décadas a fio, brincam neste deslumbrante planeta.
Das muitas vezes nos sentimos poderosos e com total capacidade de cuidar de nossas vidas. A falsa capacidade embebedada no egoísmo, ou melhor egocentrismo nos fez marginais de nossa própria existência. Um olhar 360° nos mostra: medo, angústia, perda, insegurança e dor. As sociedades modernas se tornaram um grande manicômio global, onde o normal é ser ansioso, estressado, e o anormal é ser saudável, tranqüilo e sereno.
Os profissionais de saúde são poetas da existência, tem uma missão esplêndida, mas jamais podem colocar um paciente dentro de um texto teórico, e sim um texto dentro do paciente. Não enquadre excessivamente seus pacientes dentro dos muros de uma teoria, caso contrário reduzirá suas dimensões. Cada sinal e sintoma pertence  a um doente. Cada doente tem uma mente. Cada mente é um Universo infinito.
O poder que trazemos dentro de nós é infinitamente grande, forte e belo. Mas nossa ignorância criada e alimentada no medo encobriu a potência, a luz que somos. A doença é o espelho da ignorância, do não saber quem realmente somos. Criamos buracos negros em nossa mente, em nossos sentimentos e alimentamos diariamente esses buracos.
Não é a dor que nos muda, como há milhares de anos pensamos, mas a utilização inteligente dessa dor que fazemos ao longo da vida.
Grandes Mestres nos ensinaram e nos ensinam diariamente, cabe a cada um de nós aproveitar ao máximo a oportunidade que temos. Aprender é diário, o saber é infinito o amar é constante. Obrigada pela oportunidade que tenho de aprender, do saber e do amar.

Patricia Jorge Alves
Terapeuta Homeopata


Nenhum comentário:

Postar um comentário

PHOSPHORUS Phosphorus é um corpo simples da família dos metaloides, que extraímos dos ossos calcinados pelo processo...