terça-feira, 3 de junho de 2014

ALUMINA









ALUMINA

Ação Geral do Mediamento:

Tem ação específica no simpático e nos nervos que emergem da medula. Os músculos inervados por eles ficam sem energia, há fraqueza de todo o organismo, fraqueza que explica a dificuldade de deglutição; quadro par ético esofágico; dificuldade em levantar e movimentar os braços; paralisia de um lado do corpo ou paraplegia; paralisia da bexiga e do reto. Esse estado paralítico inicia-se progressivamente COM UMA SEMIPARALISIA E DURANTE um tempo bastante longo é apenas uma inatividade, que progride para chegar à paralisia completa.

Tudo é lento no doente. Alumina a condução nervosa está diminuída, uma picada de espinho nas extremidades só é sentida um tempo depois. Todos os outros sentidos também estão enfraquecidos com uma diminuição da consciência e estupefação da inteligência, uma clara preguiça mental, as impressões chegam a mente com uma lentidão importante.
Tudo é seco. As mucosas estão secas e após um certo tempo há formação de muco espesso, amarelo, difícil de eliminar.
Tem aspecto enrugado e seco, com impressão de velhice prematura.
Constipação devido inatividade retal.


Palavras Tema:
Hipotonia, falta de auto- controle, sentimento de culpa.

Pela sua maleabilidade e sua natural vocação a formar ligas, entendemos assim a assinatura deste medicamento. Não atua sozinho, são pessoas inseguras, que dependem de se ligar a outras.
O Metal mais abundante da face terrestre, demonstrando aqui ser comum e ordinário, nada de especial à servem como revestimento demonstrando, como embalagem, invólucro, servindo de transporte (condutor) uma vulgaridade, menos valia, o importante é o conteúdo e não a embalagem.

Alumina é um dos principais antídotos para o envenenamento por chumbo, cólica do pintor causadas pelo chumbo.

Fraqueza progressiva com emagrecimento.
Ação tóxica sobre o Sistema Nervoso Central, depressão domina (psiquismo com irritabilidade pela fraqueza; paresias generalizadas ou localizadas).

Sintomas Psóricos marcantes: ansiedade com temor e uma certa inquietude, só justifica em indivíduos que se sentem culpados de um ou algum crime (mas Alumina não sabe que crime é esse, é um crime psórico? Um ato equivocado? Uma ideia errada de ser?, pois o crime não é real mas seu desassossego sim).

Esta inexplicável sensação de culpa traz uma impressão de que existe uma desgraça prestes a acontecer.
Ao montarmos esta Dinâmica Miasmática, tentando dar vida a este medicamento vemos que os sintomas ansiedade com temor, inquietude(como se fosse culpado de um crime) são a angústia – mãe, o eixo miasmático que corrói a alma de Alumina, trazendo aquele “comichão coceguento” de sua psora, esta inquietude inata, que é responsável pelo seu adoecer (desequilíbrio de sua energia vital).
Esta inquietude se mostra organicamente, quando teme um “ataque cardíaco” ou uma “crise epiléptica” (algo de mal pairando no ar e que pode acontecer sobre si a qualquer instante) como mentalmente ao temer Perder o Juízo, enlouquecer e vir a matar-se com um punhal, chegando ao cúmulo de escondê-lo de si mesmo, pois receia que num desvario possa chegar as vias de fato, demostrando “falta de confiança em si e domínio errático de seu corpo, tal como a intoxicação ou patogenesia, onde o óxido de alumínio desencadeia confusão mental.
O sangue traz a sua memória a sensação mórbida de que algo de mal aconteceu, mas Alumina não sabe precisar o quê. Quando vê sangue jorrando ou escorrendo, agravam seus sintomas mentais.
O Abandono se faz presente na medida em que buscam o apoio das pessoas e nunca tal apoio lhes será adequado ou suficiente, justificando diante de uma postura “Abandônica” o porquê de alguns bebês recusam o leite artificial, exigindo o seio da mãe, não entendendo desde cedo que mal poderiam ter feito que a própria mãe não lhe ofereça seu leite (temática de culpa), acarretando inquietude, ansiedade desde lactentes, sendo bastante chorões, insatisfeitos e caprichosos, sentem-se roubados no afeto, sonham com ladrões(roubado o afeto).
Depressão pós parto muito intensa, com pensamentos de agressividade em relação ao bebê.

A Culpa é Justificativa de sua ansiedade e inquietude.
Sicoticamente reagem com sintomas de coragem, crítico, ambicioso, arrogante, não tolerando as contradições e obstinação, tendo atos falhos e equívocos como reativos; melhorando todos os sintomas se ocupando.

Sifiliticamente, o encontramos desalentado, esquecido de tudo, desanimado com sua saúde, indolente e com um “Grilo de Identidade”, demonstrando uma desagregação psíquica, chegando a crer que o que fez e ouviu, foi outro que fez, chegando a traduzir sua ansiedade e inquietude mal resolvida em impulsos concretos de morte, podendo vir a ser assassino ou suicida.

Confusão sobre sua Identidade, quando diz algo sente como se fosse outra pessoa que houvesse dito e quando vê algo é como se outra pessoa tivesse visto.; fica bem evidente a vontade que Alumina tem de esconder a identidade de criminoso. (pois sente-se culpado).

Nível de intelecto: falta de memória e irresolução, quanto no nível motor, causando hipoatividade ou inatividade. Tem a sensação de que o tempo passa por demais lento. (Cannabis indica).  Desenvolve mentalmente ansiedade pelo futuro e sentimento de culpa, agravando os sintomas pela manhã; agravando também ao pensar em seus problemas; tornando-se pessoas sérias, não sorriem, melindradas (ofendem-se facilmente), com um alto grau de descontentamento; vivem reclamando.

O processo de paralisia tem um aumento gradual: a princípio semiparalisia, em seguida inatividade e depois paralisia completa.
Quando uma mulher de Alumina vai urinar, fica bastante tempo sentada, para depois escorrer a urina, pois sua musculatura não lhe permite  apressar o processo.
Para Kent é o medicamento que mais combina “esforço para evacuar” (inatividade do reto). Fica muito tempo sentada com vontade de evacuar, sentindo o reto cheio de fezes, fazendo grandes esforços como até comprimir o abdômen com a mão, transpirando muito de tanta força.
Prostração orgânica e o embotamento mental estão presentes. É utilizado com bastante frequência a pessoas de terceira idade, em que tais sintomas são marcantes. Tem vertigem, tremem, vacilam, as coisas giram ao redor constantemente (corresponde à vertigem nas pessoas cansadas e desgastadas pela idade), tontura ao fechar os olhos com tendência a cair.
Fraqueza cerebral, sensação de que o cérebro cai para frente. Cefaleia como se usasse um chapéu apertado.
Piora a Lua Nova. Deseja comer coisas indigestas e não comestíveis, como terra, gesso, lápis, pano etc. (voltando o tema fraqueza cerebral, identidade confusa)
Indicado para paralisia facial, onde ocorre ptose palpebral e queda de uma rima labial. A ejaculação da lágrima evitando atrito entre a pálpebra/ córnea também está prejudicada, pois haverá hipotonia do músculo que coordena esta atividade, justificando conjuntivites frequentes com excessiva necessidade de coçar os olhos. Compreendemos também o estrabismo pela má coordenação do globo ocular, não acompanhando nem obedecendo a voz de comando dos seus nervos.
Percebe um halo amarelo ao redor da luz.
Ausência ou diminuição do olfato, gengivas inchada, mau hálito, secura na garganta. Sensação de relaxamento na garganta, disfagia, engole com dificuldade e aos poucos, dispneia com tosse, agrava sua tosse ao falar ou cantar.
Esta debilidade é marcada na sua esfera sexual, com desejos mas acompanhado com impotência sexual, agravando seus pensamentos e piorando seu mental.

O Indivíduo Alumina quando está harmonizado é extremamente flexível em seu mental e físico.

A lerdeza está presente neste medicamento, devemos ter cautela de não substituir rapidamente, pois ocorre uma natural demora para o medicamento agir e o caso começar a evoluir . Devemos estar atentos quando depararmos com um caso de Alumina.



Patricia Jorge Alves
Terapeuta Homeopata
Hipnóloga Condicionativa






Nenhum comentário:

Postar um comentário

CICUTA VIROSA

São três as cicutas: Cicuta virosa ou Aquática(salsa dos loucos); o Conium Maculatum (Cicuta officinalis) e Aethusa sinapium...