sexta-feira, 17 de setembro de 2010

DEPRESSÃO


                                  
                             

Depressão é uma manifestação de nossa alma, demonstrando que não estamos indo no caminho certo.
A humanidade fez mal uso do seu livre- arbítrio, como conseqüência vemos nos dias de hoje , orgulho e vaidade exacerbados, tornando os homens cada vez mais infelizes e descontentes.
As reações emocionais, mentais e físicas, nada mais são do que desequilíbrios de comportamentos e atitudes que tomamos à frente dificuldades e sem a real e verdadeira observação e ponderação de nossos pensamentos e sentimentos, trazendo à tona adoecimentos desnecessários.
O auto-conhecimento é necessário às mudanças que devemos fazer para conquistarmos  a verdadeira cura.
A dor física e moral é uma ferramenta poderosa de desenvolvimento e de progresso . As provas nos ensinam a conhecer e dominar nossas paixões e a amarmos realmente os outros. A dor é uma lapidação do espírito.
Para aceitarmos o sofrimento, temos que entender a causa do problema.
 A dor purifica o ser, pois nos faz aprender a ter paciência, resignação. É a fornalha onde se funde o egoísmo, em que se dissolve o orgulho ( Léon Denis)
Para Curar verdadeiramente a Depressão, temos que trabalhar a caridade em seu mais alto grau começando por nós, resgatando os verdadeiros valores que temos e compreendendo e aceitando nossa vida como ela é.
 É preciso saber lidar com nossas emoções; não devemos nos censurar por senti-las, porém analisá-las com cuidado e modificá-las através de uma auto-crítica e assim decidir o que fazer com elas.
Necessitamos reparar as atitudes desonestas que temos conosco, pois do contrário teremos que sofrer as conseqüências de nossos atos.
Quantas vezes suprimimos e negamos nossas emoções, diante de acontecimentos , que nos machucam profundamente. Aprender a sentir nossas emoções equivale a ser honestos com nós mesmos; pois nos ajudam no processo do auto  descobrimento.
Se auto rejeitar, se menosprezar, se humilhar é um ato de ausência de amor, engrandecendo demasiadamente o orgulho, pois  a vida não é como nós queremos e sim como nós necessitamos para o aprendizado e a evolução necessária ao nosso espírito.
Interpretar corretamente nossos sentimentos nos torna verdadeiros, e conseqüentemente a nossa força interna reascende nos trazendo  coragem para enfrentarmos a nós mesmos; pois esse é o verdadeiro desafio.
Aprender com os erros, para adquirirmos maturidade espiritual, sabedoria e resistência perante as vicissitudes da vida é um ato grandioso para conosco e para com as pessoas que nos rodeiam.
 O problema fundamental da redenção, não se resume a palavras faladas ou escritas. É muito fácil, pronunciar belos discursos e prestar excelentes informações,guardando, embora, a cegueira nos próprios olhos.
Nossa necessidade básica é de luz própria, de esclarecimento íntimo, de auto educação, de conversão substancial do “Eu” ao reino de Deus.
Podes falar maravilhosamente acerca da vida, argumentar com brilho sobre a fé, ensinar os valores da crença, comer o pão da consolação, exaltar a paz, recolher as flores do bem, aproveitar os frutos da generosidade alheia, conquistar a coroa efêmera do louvor fácil, amontoar títulos diversos que te exoneram a personalidade em trânsito pelos vales do mundo.
Tudo isso em verdade, pode fazer o espírito que se demora, indefinidamente, em certos ângulos da estrada”.
Todavia, avançar sem luz é impossível.
(texto extraído do livro Caminho, Verdade e Vida – Psicografia de Chico Xavier- pelo espírito de Emmanuel).

PATRICIA JORGE ALVES
TERAPEUTA HOMEOPATA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PHOSPHORUS Phosphorus é um corpo simples da família dos metaloides, que extraímos dos ossos calcinados pelo processo...